Antes de fazer, tenha convicção de que é inocente ou está certa sobre a questão.


A Deusa Têmis, filha de Urano e Gaia é justa e imparcial, ela pune os verdadeiros culpados.
Vamos lá! Você vai precisar de:


-Um cálice com vinho tinto

-Duas velas roxas

-As lâminas 22, 26 e 32 do Baralho Cigano

-Um incenso de Jasmim


Posicione o cálice numa mesa (ou no chão), as velas uma de cada lado e as lâminas em volta.
Hora do direcionamento! Posicione as mãos sobre a lâmina 22 e diga:


Eu ativo a energia da lâmina 22, para que se faça presente neste ritual, promovendo a abertura de caminhos para minha causa.
Repita com a lâmina 26. Eu ativo a energia da lâmina 26, para que se faça presente neste ritual, promovendo a agilidade na causa judicial.
Repita com a lâmina 32. Eu ativo a energia da lâmina 32, para que se faça presente neste ritual, promovendo a potencialização desta magia. Que assim se faça, assim é, gratidão.


Acenda as velas e o incenso, erga as mãos para o universo e diga:


Deusa da Lua e da Magia, Deusa dos mistérios, que eu alcance o resultado que venho buscando (faça seu pedido), e honra aqueles que me ajudam.
Derrame pouco do vinho em volta das velas e das lâminas, beba três goles e finalize dizendo;
Que assim se faça e assim é, gratidão minha grande Deusa Têmis pela graça já alcançada.


Quando as velas terminarem de queimar, leve tudo o que sobrou inclusive o vinho e deixe num jardim.

Tarot Online utiliza cookies para entregar uma melhor experiência durante a navegação Saiba mais »